Vantagens de investir no mercado Kombucha

 

O mercado brasileiro de bebidas fermentadas nunca esteve tão movimentado desde o aparecimento da kombucha no país. Nesse viés, o kombucha, considerado “natureba e fit” por muitos, agrada um nicho em ascensão no Brasil: a alimentação saudável. Isso faz com que, cada vez mais, o número de investidores e produtores neste ramo promissor aumente. Mas afinal você sabe o que é kombucha?

Grande parte das pessoas desconhece sobre o que é kombucha e se você tem esse sentimento, continue lendo o texto! Assim, além de descobrir tudo por trás desta bebida desconhecida, iremos te contar sobre as vantagens de entrar nesse mercado.

O que é kombucha?

beberSeja fazendo compras no supermercado ou por causa de uma conversa entre amigos, você já se perguntou “O que é kombucha?”. Fora do país a moda já pegou mas aqui no Brasil a ascensão dessa misteriosa bebida ainda está chegando. Então, se você ainda não sabe o que é kombucha, prepare para aprender, pois essa dúvida será recorrente para muitas pessoas e você pode ser aquele que vai explicar pros amigos.

Para começar, podemos definir kombucha como uma bebida feita artesanalmente, levemente gaseificada e formada a partir da fermentação de chá. Todavia, o mais interessante é a forma na qual essa fermentação é feita. É necessário colocar uma colônia de bactérias na bebida. Isso mesmo, bactérias. Essa colônia é denominada “a mãe da kombucha”, ou em termos científicos, scoby.

Agora, o que é esse tal de scoby? Qualquer bactéria? É aí que se encontra o erro. O scoby é composto de bactérias específicas que já existem na flora intestinal humana. Dessa forma, elas são conhecidas como “bactérias do bem” e, em grande quantidade no corpo humano, aumentam a imunidade. Além disso, o kombucha é conhecido por seus efeitos como a melhoria do metabolismo, redução do estresse e ação detox. 

Expansão do mercado de alimentação fit

Não é novidade para ninguém que o mercado de alimentos está caminhando para um futuro mais saudável. Então, a cada ida ao supermercado encontramos mais produtos que se dizem orgânicos, naturais, livres de conservantes e por aí vai. Sendo assim, o kombucha se encaixa perfeitamente nesse nicho já que é conhecida por seus efeitos positivos para o organismo. Além disso, o chá fermentado esbanja simplicidade desde seus ingredientes até o processo de produção.

Ao unir o útil ao agradável, o kombucha se destaca como uma bebida alternativa ao refrigerante. Por se tratar de uma bebida gaseificada e saborosa, quem evita o consumo de refrigerante, pelos seus malefícios, opta pelo kombucha. Em combinação à isso, suas propriedades probióticas são um grande atrativo para o público fit hoje em dia.

Mercado inexplorado do kombucha alcoólico

Ainda menos explorado que o mercado do kombucha está o mercado da kombucha alcoólico. Nesse quesito, é importante pautar que todo kombucha possui um pequeno teor alcoólico em sua composição devido à fermentação feita pelo scoby. Sendo assim, alguns produtores intensificaram a produção de álcool durante a manufatura, obtendo como produto chá fermentado saboroso e alcoólico.

cervejaNeste ano espera-se que diversas marcas se aventurem no ramo do kombucha alcoólico, porém ainda há muito espaço para inovar. Um desses exemplos é o blend com cerveja, criando uma bebida chamada “kombucha beer”. Ao ser traduzido para o português, o nome “cerveja de kombucha” representa uma bebida que pode ser criada misturando ambos. Portante, esse produto, completamente diferente da cerveja e do kombucha, promete entrar no mercado para ficar.

Custo relativamente baixo de produção

Fazer kombucha artesanalmente é tão simples que pode ser feito em casa. Para tal basta fazer uma combinação entre um chá adoçado, o mais utilizado é o chá preto, e o scoby. Para finalizar, basta adicionar algumas frutas ou essências para saborizar o seu kombucha!

A colônia, por sua vez, é a parte mais complicada do processo devido à sua complexa manutenção. Dito isso, para comprá-la, basta visitar alguma loja de produtos fermentados, ela pode ser encontrada facilmente.

Desse jeito, o mercado fica atrativo para empreendedores, já que não é preciso criar um processo produtivo longo e complexo. Caso você deseje um produto requintado, o investimento estará concentrado nas embalagens e nos maquinário, em caso de produção industrial. Isso acontece porque o kombucha especificamente, possui matérias-primas simples e de custo relativamente baixo.

graficoLogo, a inovação acontece, na prática, durante a escolha dos sabores e no marketing do produto. A tendência do mercado é que quanto mais exótica e estranha a combinação de ingredientes maior é agrado do público. O motivo disso é a fama que os kombuchas têm de ser bastante diferentes do que o público brasileiro está acostumado. Assim, a bebida milenar está trazendo para o país combinações de sabores que o brasileiro nunca imaginou.

Produção artesanal ou industrial: a escolha é sua

A liberdade de produção e demanda cada vez maior,  fazem investidores de todas as áreas se aventurarem no ramo do kombucha. Por consequência, este nicho já está sendo apelidado de “a nova sensação do momento”, especialmente entre o público fit. Com isso, o mercado cresceu tanto que investidores criaram uma associação de produtores do chá fermentado, a ABKom. Assim, existem hoje no Brasil cerca de 40 empresas produtoras. 

dinheiro

Dentre estas empresas existe uma grande amplitude. Por um lado, existe o produtor artesanal que só quer produzir um pouco do kombucha para consumo próprio. Já por outro lado, existem também os produtores que investem mais capital e produzem em larga escala. Portanto, ambas as formas de produção são um caminho a ser seguido para se montar uma fábrica de sucesso.

Esperamos que esse texto tenha te dado uma boa base sobre o que é kombucha. Além disso, que também que tenha te encorajado a investir nesse mercado, que tem tudo para crescer no Brasil. Que tal ler um artigo sobre como investir no mercado? Para descobrir  mais sobre esse assunto clique aqui!

 

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: