5 Razões para Reaproveitar Seus Resíduos Industriais

Por Rodrigo Mantovani

No Brasil e no mundo, a grande quantidade e variedade de processos industriais gera, como consequência, um grande volume de resíduos industriais dos mais variados tipos. As diferentes áreas englobadas pelas indústrias, como mineração, alimentos, embalagens e indústrias químicas em geral produzem resíduos. Esses podem sólidos, líquidos (chamados de efluentes) e gasosos. Tais resíduos diferem entre si pela periculosidade, cor, odor, aplicabilidade, entre outros fatores. Dessa forma, eles necessitam cautela e análise para seu manuseio.

Em muitas dessas indústrias, os resíduos industriais são descartados sem o devido cuidado, causando inúmeros problemas ambientais e de saúde pública. Entretanto, uma prática comum e mais adequada é o tratamento desses resíduos nocivos, para um posterior descarte adequado. Existem, também, indústrias que solucionam o problema dos resíduos de uma forma que vai além do tratamento: o reaproveitamento. Essa solução consiste na utilização dos dejetos como matérias-primas para gerar outro tipo de produto, seja ele simples ou complexo.

Levando em conta a diferença entre o processo de tratamento e o de reaproveitamento, segue uma lista com as principais vantagens que tornam o reaproveitamento uma excelente ideia para sua empresa:

Preservar o meio ambiente

Os rejeitos industriais podem causar altíssimos danos à natureza caso descartados de forma inapropriada. Com o tratamento ou reaproveitamento dos resíduos, há uma significativa diminuição da parcela de dejetos que é destinada ao ecossistema, diminuindo, assim, os danos por poluição atmosférica, de rios e do solo, que também acarreta em menos danos causados a animais que têm o habitat poluído. Esse tipo de prática faz com que apenas substâncias não-nocivas sejam descartadas ao meio ambiente.

Eliminar práticas danosas à saúde

Além do impacto negativo ao meio ambiente, os resíduos industriais podem causar graves danos à saúde de indivíduos que convivem em áreas atingidas por esses dejetos. Esses danos consistem em doenças graves e, muitas vezes, irreparáveis, como tumores hepáticos. Com o reaproveitamento dos resíduos, bem como com o tratamento dos mesmos, o impacto negativo é significativamente minimizado.

Gerar retorno financeiro para a sua empresa

Diferentemente do tratamento, que necessita de gastos para sua realização, seguido do descarte, o reaproveitamento dos dejetos pode ser visto como um investimento. Uma vez que, a grande variedade de resíduos pode gerar inúmeras formas de reutilização. E consequentemente, podem apresentar diversas aplicações em áreas que vão desde a reciclagem simples à construção civil. Desde que o reaproveitamento seja feito de forma adequada e com acompanhamento correto.

Essa pode ser uma excelente fonte de renda extra para indústrias. Pois compensa boa parte do custo de produção e potencializa o lucro com projetos, sínteses e outros tipos de operação. Em princípio, esse retorno pode ocorrer com a formação de parcerias com empresas diferentes. Mais do que isso, é possível o reaproveitamento do resíduo pela própria empresa, gerando muitas oportunidades e alternativas.

Investir em Marketing Verde

Atentar-se para pautas frequentes em reivindicações da sociedade é essencial para garantir a saúde financeira e operacional de uma empresa. Com o crescimento do número de indústrias, há a potencialização de uma preocupação social: a preservação do meio-ambiente. Sendo assim, ideais como o Desenvolvimento Sustentável tornaram-se quase obrigatórios às empresas. Tais preocupações se pautam pela urgente necessidade de diminuirmos e amenizarmos os danos da sociedade ao ecossistema.

Com isso, indústrias que investem em iniciativas como o reaproveitamento de seus resíduos possuem um grande trunfo: o Marketing Verde. Essa estratégia consiste no atendimento do anseio de clientes no quesito sustentabilidade dos processos que acontecem dentro de uma indústria. É conhecido também como Marketing Ambiental, e gera vantagem mútua: tanto as empresas, quanto os clientes e a sociedade como um todo são beneficiados por esse tipo de iniciativa.

Cumprir com a Legislação

Existem, no Brasil, leis e políticas públicas voltadas a gestão de resíduos, com foco na preservação do meio-ambiente e ao incentivo à sustentabilidade, como é o caso da Política Nacional de Resíduos Sólidos, entre outras resoluções federais e estaduais. Com a prática do reaproveitamento, além das outras quatro vantagens citadas acima, as empresas cumprem com diversas responsabilidades a elas delegadas, garantindo a existência, funcionamento operacional e saúde financeira das mesmas.

No contexto do manuseamento correto de resíduos industriais, existem inúmeras inovações que tem como objetivo principal o estabelecimento de alternativas estratégicas para o reaproveitamento desses dejetos. Isso é feito visando melhorias na saúde financeira de empresas, bem como a estruturação de processos sustentáveis. Que, consequentemente, contribuem positivamente para melhorias sócio-ambientais extremamente impactantes e condizentes com as necessidades emergenciais do Brasil e do mundo.

Deseja reaproveitar os resíduos da sua empresa? Entre em contato com a nossa equipe!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: