O mercado de Alimentos fit: como começar a investir?

Torras com pasta de abacate, rodelas de rabanete e ovos mexidos

O ramo de alimentos fit vem crescendo muito nos últimos anos, se mostrando uma ótimo opção de negócio. Entre 2009 e 2014, esse mercado cresceu 98% no Brasil. Para ilustrar isso, só em 2016, foram movimentados cerca de R$ 93,6 bilhões em vendas de alimentos e bebidas saudáveis. Porém, para ter sucesso nesse setor, você precisa estar atento às novidades. Saiba quais são a seguir!

Bebidas saudáveis

As novas bebidas que encontramos hoje nos mercados estão chamando a atenção dos consumidores. Um exemplo é o kombucha, chá fermentado com a adição de micro-organismos vivos que prometem ajudar a nossa flora intestinal. Hoje, o kombucha é encontrado em diversos sabores para conseguir agradar todos os paladares.

Outra bebida que vem fazendo muito sucesso é a água alcalina. Essa água é diferente das outras por ter um pH alcalino, e não ácido. O pH está relacionado à concentração de H+. Quanto mais H+ uma mistura tem, mais ácida ela é. Portanto, a água alcalina apresenta um menor grau de hidrogênio iônico (H+). Segundo alguns estudos, isso é benéfico a saúde.

Ícone de uma prancheta com uma maçã na frente

Alimentos “livre de” e “sem adição de”

Quando uma pessoa vê no supermercado uma opção que afirma ser “livre de gordura”, “sem adição de açúcar”, ou algo do tipo, ela imediatamente fica mais interessada no produto. A busca por uma alimentação mais saudável e as tendências vistas nas redes sociais têm grande influência na hora da compra.

Alimentos sem glúten, sem lactose, sem açúcar, entre outros viraram queridinhos nas prateleiras dos supermercados, na mesma linha de produtos light, diet e zero. Assim, as marcas que acompanharam essas tendências tiveram grande sucesso em vendas

Quer saber sobre as tendências no mercado de alimentos? Clique aqui e se mantenha por dentro das novidades.

Ícon de um relógio, garrafa de água, maçã e fita métrica

Produtos low-carb e high protein

Esses são alguns dos produtos mais procurados por pessoas que gostam de se exercitar e ter uma alimentação saudável. Alimentos fit low-carb são aqueles que têm um teor menor de carboidratos na sua composição. Alguns exemplos são, pizza com massa de couve-flor, macarrão de abobrinha e farinha de amêndoas. Pizza e macarrão são comidas comumente mais gordurosas, porém esse mercado vem trazendo opções cada vez mais diferentes. Assim, as pessoas têm mais opções saudáveis para substituir essas comidas gordurosas.

Além do low-fat, outro tipo de produto que está em destaque são os high protein. Eles são alimentos que possuem mais proteínas na sua composição. Seu sucesso está atrelado ao fato de que a alimentação com mais proteína está comumente relacionada ao ganho de massa muscular. Sendo assim, essa é uma opção muito escolhida por pessoas que fazem musculação.

Alimentos Fit e mídias sociais

Um ponto muito importante para o sucesso do seu negócio é a exposição da sua marca nas redes sociais. Além disso, ter um perfil organizado no Instagram e no Facebook é peça chave para divulgação. Ou seja, é através dessas plataformas que você vai ter maior contato com seus clientes. Portanto, isso deve ser uma preocupação desde a criação do seu negócio.

Ademais, um meio de divulgação que vem se mostrando muito efetivo é por meio de parcerias com influenciadores digitais. Um case de sucesso desse tipo de divulgação é o da empresa Mais Fit. Em uma palestra, a dona da empresa falou que teve um crescimento exponencial depois que uma blogueira fitness fez uma postagem sobre o seu produto. Isso mostra que as redes sociais tem um grande poder quando se fala de expansão e divulgação de uma marca.

Ícone de uma cabeça com setas e lâmpadas em cima

Inovação

Como em qualquer empresa, inovar é muito importante e, isso não muda quando falamos sobre o ramo de alimentos fit. Sendo assim, a empresa deve sempre se preocupar em lançar novos produtos. Ou seja, acompanhar as tendências ou lançar novas aumenta sua competitividade no mercado. Dessa forma, você terá mais chance de se destacar.

Outra forma de inovar é fazendo adaptações nos seus produtos já existentes. Uma maneira boa de fazer isso é estudando maneiras de aumentar a vida útil deles, para que, assim, sua empresa consiga atingir cada vez mais mercados e localidades.

Ficou interessado? Saiba mais como você pode aumentar a vida útil dos seus produtos clicando aqui ou entrando em contato conosco.

Em conclusão, investir no setor de alimentos saudáveis se mostra muito promissor. É um mercado em crescimento e que tem boas projeções. Entretanto, você deve se atentar à alguns pontos para que possa ser bem sucedido. Por exemplo, acompanhar as tendências, ter uma boa atuação nas redes sociais e inovar sempre! Além disso tudo, a ajuda de uma consultoria é muito interessante.

 

One Reply to “O mercado de Alimentos fit: como começar a investir?”

  1. Amei o artigo..adoro alimentaçao saudavel..Parabens Mult.

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: