Conheça mais sobre ingredientes de cosméticos

Por Carla Lopes e Lara Olegário

No Brasil, um dos setores que mais cresce economicamente é o de beleza. Prova disso, é a resistência desse mercado consumidor durante as crises econômicas que afetam o país, uma vez que, nesses momentos de fragilidade, o brasileiro prefere, ao invés de cortar, reduzir gastos com cosméticos, por meio da substituição de marcas tradicionais por produtos de pequenas empresas. Sendo assim, é muito importante, para os microempreendedores ,ter conhecimento sobre os ingredientes de cosméticos.

O fortalecimento desse setor é provocado, também, pela diversidade de produtos no mercado, que buscam suprir as necessidades de um grande público. Dessa forma, apesar dos cosméticos possuírem características e propriedades específicas, eles apresentam uma base de desenvolvimento semelhante. A seguir você conhecerá 4 componentes que estão presentes na maioria dos produtos de beleza e quais são suas formas de atuação.

1. O agente de limpeza Lauril Sulfato de Sódio (SLS):

Resultado de imagem para cosmetic iconEssa substância é encontrada em diversos tipos de produto de beleza e higiene pessoal, como shampoos, removedores de maquiagem, sais de banho, entre outros. Além disso, é responsável por remover a gordura da área de aplicação para facilitar a absorção de outros compostos. É importante destacar, que o SLS é alergênico e irritante, logo, deve-se procurar alternativas e utilizá-lo em baixas concentrações ou substituí-lo por agentes mais suaves. O lauriléter sulfato de sódio e o cocoanfoacetato de sódio, por exemplo, são boas opções.

2.  A ação de conservação dos Parabenos

Os parabenos são uma classe de compostos químicos utilizados na indústria cosmética para prolongar a validade de produtos agindo no combate a microrganismos que possam se proliferar nestes. Entretanto, uma polêmica  acerca dos parabenos serem ou não carcinogênicos leva consumidores a optarem por produtos livres de tais compostos. Assim, como opção, marcas de produtos naturais optam por adicionar a suas formulações ingredientes como argila e talco que absorvem água e tornam o ambiente inóspito para bactérias.

3. Os óleos essenciais

Image result for cosmetic cream icon

Estes compostos se originam de minúsculas estruturas secretoras das plantas que podem estar presentes em várias partes de sua estrutura. Hoje 98% da produção é utilizada na indústria de cosméticos por acrescentarem aos produtos suas propriedades aromáticas e terapêuticas. Alem disso, estas substâncias naturais são altamente concentradas. Dessa forma, fica evidenciada a necessidade de serem utilizados em dosagens corretas. O óleo de lavanda possui aroma agradável, e age como antibacteriano em cosméticos anti acne.

4. Quelantes

A importância dos quelantes como um dos principais compostos de um cosmético é inegável. Esta classe de produtos químicos é responsável pela estabilização das mais variadas formulações. Componentes como o EDTA dissódico e tetrassódico são responsáveis por complexar e inativar íons metálicos que podem vir a ocasionar uma série de problemas devido às interações com algumas matérias primas. Entre os riscos presentes pode ocorrer oxidação de corantes, formação de precipitados e diminuição da vida útil da fórmula.

Resultado de imagem para cosmetic icon

Buscar superar as expectativas do público consumidor por meio de produtos inovadores e com preço competitivo no mercado é uma ótima maneira de enfrentar momentos de crise. Introduzir produtos com essas características em um mercado ainda atrativo para a população pode fazer com que se atinja uma fatia do mercado preciosa de maneira a garantir a saúde financeira de seu negócio.

Se interessou pelo assunto ? Entenda mais sobre cosméticos!

Como começar sua própria fábrica de cosméticos?

4 tendências no mercado consumidor de cosméticos

Cosméticos naturais: como se destacar no mercado

Quer fazer o seu próprio cosmético? Entre em contato conosco para te ajudar nessa jornada.

 

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: