Gaseificação de bebidas não alcoólicas: saiba como fazer

Gaseificar bebidas vem se tornando um processo barato e atrativo para novos negócios. Ele traz para um simples drink mais frescor, aroma e até mesmo mais sabor, podendo aumentar a competitividade do seu empreendimento. Assim, você estará expandindo seu mercado.  Seus benefícios também chegam ao tempo de prateleira. Após a carbonatação (termo técnico para gaseificação), a produção de bactérias é diminuída, consequentemente, a bebida dura mais tempo. Além de tudo, sua execução é bastante simples.

A gaseificação de bebidas não alcoólicas pode ser feita através de uma máquina própria, gelo seco ou pastilha gaseificadora. E pode ter como base desde água até polpa, suco ou néctar. Super inovador, esse processo agrega valor ao seu produto sem pesar no bolso. Vamos explicar agora o que é cada método. Quer saber mais sobre esse procedimento que pode ser feito até em casa?

Máquina de gaseificação

É possível encontrar no mercado máquinas de uso doméstico para gaseificação de bebidas. Os preços variam de R$300,00 até R$2700,00 e seu funcionamento é bem simples. Um cilindro de gás carbônico é acoplado à máquina e esse gás é misturado ao líquido para gaseificar a bebida. Além disso, seu funcionamento independe de energia elétrica, ponto muito positivo.

Já as máquinas de escala industrial, apesar de terem valores maiores, oferecem total automatização do processo. A água e o gás são separados em 2 tanques. Depois disso, passam por uma serpentina, se encontram e são resfriados a temperaturas próximas de 6ºC. Nesse estágio,  estão prontos para adição de algum xarope ou para envase. Bastante automatizado, esse investimento é certeiro caso queira expandir sua produção.

Existem também equipamentos mais simples, indicados para pequenos produtoresEssas máquinas são compostas, basicamente, por um sistema que injeta CO2 pressurizado em uma garrafa com o líquido a sua escolha.  Elas são muito usadas em bares e restaurantes e por comerciantes que estão começando no mercado de gaseificação. Seu uso permite uma performance capaz de diminuir os custos, possibilitando produzir bebidas gaseificadas com acréscimo de R$0,09. Dessa forma, a margem de lucro aumenta consideravelmente, porque o valor agregado a um drinque gasoso é muito maior.

Gelo seco

Esse é o método mais barato entre os três apresentados. A razão disso é que basta você colocar gelo seco com a bebida em um recipiente fechado. É necessário fazer furos na tampa para possibilitar o escape do gás carbônico extra e evitar uma explosão.

Os pontos negativos dessa técnica são que (1) o gelo seco é um material difícil de ser manuseado; (2) demora mais tempo para gaseificar de fato o seu produto. Assim, ele se torna de certa forma inviável para quem busca uma produção eficiente.

Essa rota é tão eficaz quanto as demais, se realizada da maneira correta. Porém, ela apenas permite uma produção em escala para consumo familiar. Dessa forma, não é ideal para quem pretende montar um negócio. Talvez, possa ser útil para o início de um empreendimento, já que o investimento inicial é baixo. Em contrapartida, é muito caro sustentar a produção por muito tempo usando esse procedimento.

 

Pastilha de gaseificação

Bastante recente no mercado, a pastilha gaseificadora traz consigo diversas utilidades. Sendo basicamente bicarbonato de sódio e ácido nítrico prensados, não há necessidade de um espaço grande para seu armazenameto. Além disso, não depende do tanque de CO2, sendo mais fácil de manusear e transportar. Outro benefício é que, por não ser um equipamento, não se tem gastos com manutenção ou afins. Também, não há necessidade de grande conhecimento técnico para o manuseio.

Contudo, por ser um produto muito novo, não há demasiadas informações sobre ele. O que podemos dizer, é que há grande possibilidade de vir a ser muito utilizado. Suas qualidades são numerosas, mas encontrá-lo para venda pode ser um problema. Como a publicação da patente se deu apenas em 2014, as chances de ainda não ter em sua cidade são grandes. Todavia, caso ache, ele pode ser uma ótima via para o seu negócio.

A gaseificação de bebidas é uma ótima opção para quem busca aumentar lucros e inserir um diferencial em seus produtos. Caso você já produza algum insumo, o uso de máquinas de carbonatação é ideal para alcançar esse objetivo. São inúmeras as possibilidades de criação de novos sabores e tipos de drinques. Com a matéria-prima, antes utilizada somente para a produção de um suco, você pode produzir um refrigerante por exemplo.

Ficou interessado no assunto e precisa de ajuda para começar esse novo tipo de negócio? Você pode se beneficiar muito dos nossos serviços. Entre em contato conosco. A Mult Jr está aqui pra te ajudar a alavancar seu sonho!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: