Espaço reduzido na sua empresa? Invista em Otimização da Produção!

Fábrica de espaço reduzido com várias caixas empilhadas

Independente da área de atuação, o maior desejo dos empreendedores é que seus negócios cresçam e se desenvolvam. A sensação de ver o seu negócio expandindo e tomando forma é indescritível. No entanto, o crescimento de um negócio geralmente vem associado a indisponibilidade de espaço para expansão da produção. A boa notícia é que um espaço reduzido pode ser otimizado, eliminando a necessidade de mudança de local. Essa otimização pode trazer diversos outros benefícios, como a eliminação de desperdícios e melhora nos resultados. Então, se você está enfrentando este problema este texto pode ajudá-lo. 

Otimização de seu espaço

A otimização de processos consiste em um conjunto de ações que buscam reduzir  gastos de recursos e esforços desnecessários. Por exemplo de materiais, equipamentos e pessoas. Assim, para que se otimize um processo é necessário executar algumas etapas. Elas consistem em: mapeamento das atividades desempenhadas, identificação dos pontos de melhoria,  implementação das melhorias e monitoramento. 

A otimização, portanto,  torna os processos mais simples e eficientes, uma vez que elimina os desperdícios. Dessa forma, os recursos são mais bem aplicados e mais resultados são alcançados, levando a um aumento de produtividade. 

Agora, para se otimizar um espaço reduzido devemos aplicar as mesmas etapas realizadas para a otimização dos processos. Ou seja, inicialmente devemos mapear todo o processo produtivo e suas etapas. Assim, será possível identificar os pontos de melhoria e quais os recursos estão sendo desperdiçados. 

Ícone de um papel e processos desenhados

As etapas para a otimização  

Considere, por exemplo, uma produção que ocorre em três etapas distintas na respectiva sequência: recepção, controle de qualidade e armazenamento da matéria-prima. O ideal é que o setor responsável pelas análises de controle de qualidade esteja próximo da área de recepção. Assim como, da área de armazenamento. Além disso, cada uma dessas áreas, necessita de recursos diferentes, que devem ser disponibilizados nos locais em que serão utilizados. 

Na sua produção, assim como no exemplo, as etapas devem ser otimizadas. Ou seja, devemos corrigir as falhas para aumentar a efetividade do processo como um todo. No entanto, a identificação dessas falhas somente será possível com o mapeamento do processo. Dessa forma, essa é uma etapa muito importante e deve ser muito bem feita. Essa etapa garantirá que as ações tomadas resultem na  otimização do espaço.

As falhas podem ser diversas, desde a disposição ineficiente dos equipamentos, até o direcionamento inadequado de recursos. Por exemplo, uma padaria consome 500 Kg de farinha por dia e o fornecimento também é diário, caso ela adquira muito mais farinha do que consome, ela estará desperdiçando espaço e gerando um acúmulo desnecessário.

Logo, após mapear o processo e identificar esses gargalos, o próximo passo consiste na implementação dessas melhorias e comprovação de sua eficiência. Essas etapas também devem ser feitas com cautela e de forma bem planejada. Deve-se atentar para todos os impactos que as mudanças podem provocar no seu espaço, sejam elas positivas ou negativas. Por fim, é necessário monitorar a adequação do processo e do espaço a essas modificações, realizando os ajustes necessários.

Ícone de uma pessoa mexendo em uma máquina

O planejamento industrial para um espaço reduzido

Portanto, antes de se tomar qualquer decisão ou realizar mudanças no seu processo produtivo é essencial se planejar. Assim, um planejamento industrial adequado, evita que sua produção cresça sem que o espaço disponível suporte essa expansão. Além disso, uma indústria planejada possui as etapas de produção bem integradas, o que auxilia muito na redução dos desperdícios.

Como já comentado no início do texto, diversos são os benefícios que podem ser obtidos pela otimização. Um espaço, quando otimizado tem sua área disponível aproveitada ao máximo. Dessa forma, evita-se a necessidade de mudança da localização e os transtornos associados a isso.

Uma excelente alternativa, é a elaboração do layout de seu processo produtivo. O layout industrial, distribui os equipamentos e setores de uma produção. Nele, são levados em consideração o espaço, o processo e diversos outros fatores. Uma produção que tem um layout bem fundamentado e construído, tem o seu espaço e resultados otimizados. 

E, para que isso seja possível, é necessário realizar todas as etapas de otimização que comentamos ao longo do texto. Vale ressaltar, que quando a distribuição dos  equipamentos e setores é bem feita, o deslocamento dos recursos é menor entre as etapas do processo. Dessa forma, tem-se uma redução do tempo gasto nas atividades como um todo.

A ampliação do espaço disponível

Deste modo, as ferramentas apresentadas até agora auxiliam e muito na otimização da produção e de espaços reduzidos. Portanto, se você tem um espaço que já não comporta sua produção, a aplicação dessas ferramentas deve ser realizada. Fato interessante é que elas basicamente consistem na organização do espaço. Mas, embora pareça uma tarefa simples, a otimização de um processo ou espaço reduzido requer muita pesquisa. Além disso, é importante ter conhecimento do processo como um todo. 

Então, se você está precisando de ajuda no planejamento ou elaboração do layout da sua produção, entre em contato conosco. Conte com uma consultoria especializada que poderá auxiliá-lo na busca pelo melhor aproveitamento do espaço disponível!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: