Produção de Cosméticos : Descubra tudo o que você precisa saber para iniciar a sua

Conjunto de cosméticos sobre um fundo branco

O mercado brasileiro de produtos de perfumaria e dos vários tipos de cosméticos é muito forte, tendo se mostrado  resistente a crises, apresentando um grande crescimento nos últimos anos.  Além disso, como quarto maior consumidor de produtos de higiene e beleza do mundo, o país apresenta grandes oportunidades de investimento nesse setor. Quer começar a ter uma produção de cosmético? Leia nosso texto e saiba mais sobre esse setor.

Tipos de Cosméticos

Como a  grande demanda da população, há forte investimento em inovação no setor de cosméticos, este setor é o segundo setor da indústria que mais investe em pesquisa de novos produtos. Por isso, para atuar neste mercado, é necessário conhecer sobre os tipos de cosméticos e suas características para então saber exatamente como se destacar no setor.

Produtos de grau 1

Produtos de grau 1 são aqueles que têm menor probabilidade de ocorrência de efeitos colaterais e indesejados pelos consumidores. Eles apresentam características mais elementares. Deste modo, não é necessário que o cosmético tenha comprovada sua eficácia, bem como não é preciso um grande detalhamento em suas embalagens. Maquiagens sem ação fotoprotetora e produtos de banho geralmente estão dentro desse grupo.

Produtos de grau 2

Produtos que atestam alguma eficácia ou que alteram o funcionamento normal do organismo ou que são destinados a grupos mais sensíveis, como crianças e idosos, são classificados como grau 2. Um exemplo são os protetores solares que atestam um nível de proteção contra o efeito dos raios do sol, ou seja, é necessário uma validação deste fator de proteção antes do lançamento no mercado. Outros exemplos são os antitranspirantes, xampus anti-queda e repelentes de insetos.

Desenho de duas embalagens de cosméticos

Ingredientes de Cosméticos

Com uma grande variedade de tipos e especifidades, os cosméticos apresentam diversas funções e modos de aplicação. Entretanto, mesmo com essas diferenças, existem ingredientes base que podem ser encontrados na maioria dos cosméticos. Conheça mais quais são estes ingredientes para iniciar sua produção de cosmético.

Agente de limpeza Lauril Sulfato de Sódio (SLS)

Este composto é encontrado em variados produto de beleza e higiene, como removedores de maquiagem e xampus. Ele é p responsável pela remoção de gordura na área aplicação, permitindo remoção da oleosidade e melhor absorção de outros compostos. O SLS é um produto que pode causar irritação, logo deve-se utilizá-lo com cuidado ou substitui-lo por agentes menos agressivos, como o auriléter sulfato de sódio e o cocoanfoacetato de sódio.

Parabenos para conservação

Parabenos são um grupo de compostos químicos que são usados para aumentar a validade de cosméticos, combatendo microorganismos que degradariam o produto. No entanto, existem diversas pesquisas a respeito do potencial carcinogênico destes compostos. Portanto, pode ser interessante a busca por alternativas a esses ingredientes, como o uso de argila e talco na receita. O uso destas alternativas é viável, já que estes absorvem água e impedem a proliferação de bactérias.

Óleos essenciais

Advindos, sobretudo, de plantas, estes compostos são amplamente usados em cosméticos. Cerca de 98% da produção de óleos essenciais vai para a indústria de cosméticos, visto que conferem propriedades terapêuticas e aromáticas. Por exemplo, o óleo de lavanda possui aroma agradável e age como antibacteriano.

Quelantes

Compostos quelantes são os responsáveis por conferir estabilidade aos cosméticos. Como o EDTA, estes são responsáveis por complexar íons metálicos que podem causar diversos problemas, pois podem interagir com outros compostos. Um desses efeitos seria a oxidação que diminuiria a vida útil do produto.

Ícone de pincel de maquiagem, espelho e batom

Tendências no Mercado Consumidor de Cosméticos

Um dos motivos para o constante crescimento no setor de cosméticos é devido às constantes inovações dos produtos oferecidos e do mercado consumidor.  Analistas de mercado e revistas internacionais indicam uma série de tendências para os cosméticos. Leia mais a respeito em nosso texto no blog clicando aqui!

Busca por sustentabilidade

Sustentabilidade é um dos assuntos mais em pauta atualmente. Desse modo,a procura cosméticos que são produzidos de forma a agredir menos o meio ambiente têm se tornado mais forte. Por exemplo é o uso de embalagens retornáveis.

Além disso, o uso da água é um dos fatores em que os consumidores estão mais prestando atenção. Devido a isso, as empresas estão buscando tornar suas produções mais sustentáveis, conseguindo, assim, contribuir a preservação e atingir mais consumidores.

Foco em produtos orgânicos e naturais

Uma das tendências mais fortes é a da “Beleza Natural”. Isto é, cosméticos que em sua formulação apresentam componentes orgânicos e uma quantidade reduzida ou nula de sintéticos. Com isso, espera-se obter um produto menos danoso à saúde.

Além disso, a busca por produtos que não são testados em animais e que possuem menos produtos de fontes animais está aumentando. Os consumidores estão preocupados com os impactos gerados em toda a linha de produção dos produtos consumidos.

Produtos DIY

DIY, do inglês “Do It Yourself”, significa “Faça você mesmo”. Consumidores têm procurado saber como os produtos são feitos, para que possam fazer por sua conta e, até mesmo, fazer suas próprias variações.

Deste modo, empresas que oferecem produtos em que o cliente pode personalizar ou fabricar em casa estão cada vez mais em destaque. Com isso, o DIY está se tornando mais prático e conveniente. Cosméticos que podem ser misturados a outros têm sido amplamente utilizados.

Inovações do mercado consumidor 

O mercado consumidor, hoje, apresenta grande variedade de modo que padrões são cada vez mais raros. Dificilmente se encontrará um produto que atenda a todos os consumidores. Estes estão a procura de produtos feitos exclusivamente para certo tipo de característica. Como por exemplo produtos para cabelos cacheados, peles oleosas, etc.

Diante disso, os pequenos e médios empreendedores apresentam grande potencial. Eles conseguem suprir a necessidade de cosméticos que grandes empresas ainda não atuam. Assim, pequenas e médias empresas alcançam novos nichos do mercado de cosméticos.

Ícone de pincel e espelho para cosméticos

As etapas para o desenvolvimento de cosméticos

Como dito anteriormente, inovar é essencial para pequenos e médios empresários se destacarem. Mas antes de lançar um novo cosmético, é preciso seguir diversos passos. Conheça mais a respeito clicando aqui!

Defina o produto do seu desenvolvimento de cosméticos

O primeiro passo é definir qual o resultado você quer alcançar. Com isso, se define o tipo de produto, quais as funções você quer que seu produto tenha e qual o público alvo do mesmo. Por exemplo, podem ser de hidratação, limpeza, etc. Pode-se, também, querer alguma cor, textura ou odor específicos. Nesta etapa, é interessante ter um produto de referência.

Encontre a base para o seu produto

Mesmo com as variedades de cosméticos, a maioria destes possui componentes básicos, como já dito anteriormente. O que costuma variar são as concentrações dos componentes e a adição de outros elementos para conferir odor, cor, entre outras características. Por tanto, nesta etapa deve-se realizar uma pesquisa sobre as bases de produtos básicos que se deseja usar, existindo muitas já vendidas prontas. Além disso, é possível começar um estudo aprofundado do zero. Contudo, utilizar uma base pronta e já definida pode gerar economia de tempo e dinheiro.

Entenda melhor a formulação do cosmético

Esta etapa irá auxiliar em definir quais componentes e em qual proporção você deve adicionar em sua base. Além disso, entender as funções dos componentes te permite identificar falhas e solucioná-las.

Monte um protótipo do seu produto

Com os ingredientes já definidos e com a ideia do produto final já definidos, pode-se definir os ingredientes e as proporções usadas. Esse será o protótipo de seu cosmético.

Defina como será a produção de cosmético

Neste momento, deve-se preparar a formulação. Além das proporções, é necessário ter definido as instruções de preparo. Descreva todos os processos, temperaturas e mudanças observadas. Utilizar um Procedimento Operacional Padrão pode ser de grande ajuda para definir sua produção de cosmético.

Teste a sua formulação

Após feita a primeira formulação, é preciso testar o cosmético. As propriedades mais importantes a se testar são a basicidade e viscosidade. Testes sensoriais também são de grande valia para garantir uma boa experiência ao consumidor.

Ajuste a sua formulação

Após os testes, verifique quais os ajustes necessários. Conhecendo as funções de cada composto, pode-se identificar onde deve ser feita as alterações. Com a nova formulação, repita os dois passos anteriores. Essas etapas devem ser repetidas até que se atinja o produto desejado.Quando chegar ao produto final, basta lançá-lo no mercado!

Moça aplicando maquiagem

O que Você Não Pode Deixar de Fazer na sua Produção de Cosmético

Para atingir o maior número de pessoas e conseguir produzir cosméticos da melhor qualidade possível, é necessário ter algumas ações que possibilitem o maior crescimento de seu negócio. Saiba o que você não pode deixar de fazer em sua produção de cosméticos:

Conhecer seu público alvo

O mercado possui diferentes tipos de consumidores. Logo, é uma estratégia que se priorize o consumidor em que seu produto mais agrada. Portanto, é interessante definir algumas segmentações, como gênero, faixa etárias, renda média, etc. Com isso, pode-se planejar melhor preços e estratégias de marketing voltadas para os clientes.

Se regularizar

No país, cosméticos e sua fabricação devem seguir normas da Anvisa. Vale ressaltar que são olhadas embalagens, linhas de produção e registros de maquinários. As normas são especificados pelas Boas Práticas de Fabricação na Resolução RDC 48-2013.

Imagem de planta

Selecionar as matérias-primas para a Produção de Cosmético

Muitos consumidores se atentam aos ingredientes usados. Por exemplo, se são usados compostos orgânicos, veganos, naturais ou sintéticos. Ao utilizar ingredientes naturais, pode-se atingir uma maior parcela de consumidores. Além disso, de acordo com a organização União para BioComércio, ter selos éticos e ambientais nas embalagens reforça a preferência de 80% dos consumidores.

Diversificar sua distribuição

Quanto mais formas de venda, melhor. Uma das estratégias para se tornar mais presente no mercado é diversificar a distribuição. Vender na internet é uma das opções mais viáveis e baratas. Além disso, existem feiras e lojas físicas que são ótimas formas de se chegar aos consumidores.

Divulgar sua marca de cosméticos

Ter uma boa imagem e divulgação eficiente são essenciais para que a marca seja mais conhecida. Portanto são recomendadas a criação de uma identidade visual, de sites, fanpages e de anúncios patrocinados. O marketing de conteúdo é, também, uma ótima forma de oferecer informação e propaganda.

Agora que você já conhece a respeito dos tipos e ingredientes, além de dicas para a produção de cosméticos, é necessário identificar as melhores opções para o sua produção de cosmético! Para fazer as escolhas apropriadas, entretanto, é recomendado contar com o auxílio de uma consultoriaNa Mult Jr, temos serviços voltados especialmente para as necessidades de quem deseja aperfeiçoar a fabricação de cosméticos. Entre em contato com nossos consultores para um diagnóstico grátis e invista no seu empreendimento!

 

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: