O que você precisa saber sobre conservantes de alimentos

Por Breno Alencar e Letícia Helena Miranda

Conservantes de alimentos são aditivos utilizados para aumentar o tempo de vida útil de um produto, alimento ou cosmético. Eles podem ser naturais ou artificiais. Portanto, seu uso depende do tipo de material trabalhado, processo realizado e escala de produção.

Na indústria alimentícia, os conservantes de alimentos possuem suma importância, já que atuam prolongando o sabor, a consistência, a cor e a aparência do alimento. Esses aditivos são essenciais para a viabilidade de venda do produto final. Uma vez que aumentam o prazo de validade e evitam a deterioração natural deste.

Logo, seu uso possibilita o aumento da escala de produção da empresa e também promove a redução de gastos com produtos estragados, já que estes geram prejuízos.

Existem três grupos de conservantes de alimentos, sendo eles: antimicrobianos, antioxidantes e inibidores enzimáticos.

Conservantes Antimicrobianos

Resultado de imagem para icon bacteria

Um dos principais tipos de conservantes de alimentos são os de ação antimicrobiana. Eles agem por meio da inibição ou até mesmo eliminação de micro-organismos presentes no alimento, sejam eles fungos ou bactérias.

Esse é o tipo de conservação mais tradicional, uma vez que o sal – conservante caseiro utilizado há séculos –  se encaixa nessa categoria. É um método também amplamente utilizado industrialmente e, na área de alimentos. É comumente usado em produtos desidratados, com alto teor de gordura (carnes, manteiga, laticínios e produtos de confeitaria), cereais, refrigerantes.

Conservantes Antioxidantes

Outro modo de conservação é por meio do uso de antioxidantes. A oxidação é um processo no qual o alimento, por estar em contato com o ar atmosférico, sofre alteração de cor e até mesmo de sabor. Assim, ele torna-se muito menos atrativo.

Isso pode ser facilmente observado no cotidiano com frutas. A exemplo da maçã e do abacate, que se mantidos abertos por um período maior de tempo, escurecem. Esse tipo de conservante é utilizado em produtos relacionados a frutas e vegetais, sendo eles in natura ou na forma de geleias e sucos.

Inibidores Enzimáticos

Em alguns alimentos, os processos naturais de deterioração são acelerados por meio de enzimas. Isso pode ser visto no escurecimento da batata, por exemplo. Assim, uma maneira de conservar essas mercadorias por mais tempo é a partir da inibição da ação dessas enzimas.

Ou seja, você torna o processo de estrago mais lento. Esse tipo de aditivo é bastante utilizado para a conservação de vinhos, vegetais, frutas e seus derivados.

Regulamentação dos Conservantes de Alimento

Resultado de imagem para law icon

Apesar de sua grande importância, os conservantes podem ser muito perigosos se não utilizados corretamente. Você deve se atentar na escolha de qual aditivo utilizar e em qual quantidade.

Para evitar esse perigo, há legislações regulamentando o uso desses conservantes em âmbito internacional. Essa feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e em âmbito nacional, feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Assim, é interessante sempre verificar a lista nacional da ANVISA para saber especificamente sobre o uso permitido de um determinado conservante.

Tendo em vista que, atualmente, o mercado consumidor está buscando produtos mais naturais e saudáveis, a utilização de conservantes de alimentos por indústrias do ramo tornou-se essencial. Isso, porque esses aditivos são imprescindíveis para a longevidade dos produtos, que, geralmente, possuem uma vida útil muito baixa.

 

Realizar um estudo aprofundado sobre o assunto é essencial para melhor proveito dos benefícios provenientes do uso desses conservantes em larga escala, já que é preciso saber qual aditivo utilizar, bem como a quantidade correta, dado que concentrações muito maiores podem ocasionar problemas aos consumidores, além de gerar gastos extras para a empresa.

Saiba mais sobre os tipos de conservantes e quais você precisa utilizar para aumentar a escala do seu processo produtivo com o texto “Conservante ideal: saiba como e qual usar no seu produto”

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: