Como sua Empresa Pode Reagir ao Coronavírus

Por Clara Hosken

É inegável que, com a pandemia da COVID-19, foram necessárias diversas adaptações para enfrentar a crise na sociedade. O fácil e rápido contágio do coronavírus fez com que o mundo inteiro adotasse o isolamento social. Consequentemente, o comércio funciona de portas fechadas, a circulação de pessoas nas ruas foi reduzida e as aulas presenciais em escolas e faculdades foram suspensas. Essa situação reflete, por exemplo, na queda de cerca de 30% das bolsas de valores do mundo inteiro em grande parte dos países mais ricos desde o início do ano.

Diante desse cenário, muitos empreendedores precisam adotar estratégias eficazes para contornar o impacto da crise e, assim, manter sua empresa funcionando bem. Então, é fundamental que você conheça boas práticas que ajudam a minimizar as consequências que a COVID-19 traz para o seu negócio. A seguir, vamos apresentar algumas medidas importantes para lidar bem com a crise causada pelo coronavírus.

Home Office

Ainda que o cenário não seja o mais favorável, sua empresa não pode parar. Então, no contexto do isolamento social, o home office vem como uma alternativa conveniente que você e sua equipe possam trabalhar. Isso garante que as reuniões, demais alinhamentos sobre a empresa e as vendas continuem a acontecer. 

Dessa forma, ferramentas de videoconferência e chat online são grandes aliadas para driblar a crise do coronavírus. Algumas sugestões para facilitar a comunicação são o Slack, o Zoom, o Skype e o Google Hangouts. É importante que, para que o home office funcione bem, sua empresa assegure que todos os colaboradores tenham acesso à ferramenta escolhida, bem como que, diante do possível pouco contato com a plataforma, sejam oferecidos suporte e orientações eficazes. 

Além disso, um ponto a ser ressaltado é que, com o home office, a produtividade dentro da empresa tende a cair. Assim, manter horários fixos para os compromissos e datas para as entregas, bem como horários de pausa e almoço estimulam a criação de uma rotina dentro da empresa, o que colabora para a produtividade. Outro ponto importante é priorizar videoconferências com a câmera ligada. Isso facilita que todos presentes mantenham o foco na reunião, além de que observar as expressões das pessoas facilita o entendimento das falas e contribui para a sensação de proximidade.

Expandir seu mercado na crise

Uma boa estratégia também para lidar com a crise é explorar novos nichos de mercado. Diante da sua área de atuação, uma postura importante é analisar como o seu produto ou serviço se encaixa na situação da crise. Ou seja, você deve analisar se o que a sua empresa vende consegue resolver algum problema causado pela crise ou se gerencia as consequências trazidas por ela para o seu cliente, por exemplo.

Sendo assim, esse é um cenário propício para que você possa lançar um novo produto no mercado, se atentado às novas necessidades no seu mercado que surgiram com a crise da  COVID-19. Para isso, uma pesquisa de mercado será sua principal aliada, fundamental nesse processo de lançamento para que erros não sejam cometidos.

Vale ressaltar que mais um fator importante é avaliar como seu produto pode ser mais competitivo no cenário atual. Sendo assim, investir em melhorias no seu produto pode ser um grande diferencial para que você ganhe mais espaço no mercado. Por exemplo, no ramo alimentício, um estudo da melhor embalagem para o produto ou a utilização de conservantes auxilia no aumento da sua vida útil e na sua qualidade, o que, consequentemente, favorece sua venda. Diante disso, fica claro como o momento é promissor para que você possa expandir seu mercado e, assim, garantir espaço e bons resultados na conjuntura da crise.

Adaptações nos processos

Assim como todo o mundo se adaptou diante da pandemia do coronavírus, também devem ser realizadas adaptações no seu negócio. Uma postura que pode contribuir muito para suas vendas é investir no setor comercial e gerenciar esforços internos para isso. Essa atitude intensifica o processo de vendas, o que é importante para não perder o ritmo anterior com a chegada da crise.

Além disso, a crise é um momento importante para que você estude os processos internos, a fim de otimizar a sua produção. Atualizar sua linha de produção, reorganizar seu espaço com novo layout industrial,  identificar quais são os pontos falhos no seu processo produtivo e conhecer as boas práticas de fabricação são exemplos de ações que podem potencializar o seu negócio e, logo, trazer melhores resultados para você.

Realizar promoções e fornecer condições de pagamentos especiais também são posturas fundamentais para lidar com a crise da COVID-19. Segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), o ano de 2020 apresenta o pior desempenho na economia mundial desde a Crise de 1929. Esse dado reflete como todo o mundo enfrenta prejuízos econômicos decorrentes da crise atual e, assim, é importante que você seja compreensivo. Você deve estar ciente que o seu preço de mercado, provavelmente, irá cair. Portanto, seja realista na venda dos produtos. Além disso, a má situação da economia atinge a todos. Logo, oferecer flexibilização no pagamento para os seus clientes também ajuda para que as vendas sejam constantes.

Estratégias de marketing digital também são grandes protagonistas no gerenciamento da crise. Investir em posts sobre a sua empresa em blogs e redes sociais é uma estratégia muito importante para estimular suas vendas. As pessoas, com o isolamento social, estão mais conectadas à internet e, assim, esse deve ser o principal canal para aumentar a visibilidade da sua empresa.

Conclusão

Embora, a crise do coronavírus tenha trazido diversos prejuízos, saber contorná-la é muito importante. Com a aplicação das estratégias certas, você consegue enfrentar bem esse momento e alcançar resultados promissores. Sendo assim, um serviço de consultoria especializada, que direcione sua empresa rumo ao sucesso, faz muita diferença para que ela continue crescendo. Quer saber mais sobre como você pode fazer isso? Nesse texto, a gente te conta sobre como fazer sua empresa crescer! 

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: