Como Fazer Queijo vegano – O Porquê dos Ingredientes Usados e Exemplos

O movimento vegano se baseia na premissa de que não é consumido qualquer produto de precedência ou experimentação animal. Consequentemente, o veganismo é hoje uma filosofia motivada pela ética ambiental,  ao mesmo tempo que constitui uma tendência no mercado, em especial, alimentício. Nesse contexto, tem surgido uma variedade de alternativas veganas a produtos tradicionais. Você conhece como isso é feito? A seguir, traremos o exemplo de como fazer queijo vegano.

Tal alimento, usualmente, constituído por leite, tem seu principal ingrediente trocado por um vegetal, sendo esse a base de nossa preparação. Por isso, desfrutamos de uma grande variedade de queijos veganos, devido à diversidade de fontes existentes.

 

Qual base usar?

Para ser considerado um alimento vegano, é necessário que nenhum componente do mesmo seja originário ou derivado de base animal. Na produção do queijo tradicional, a formação da massa sólida que conhecemos ocorre a partir da ação de bactérias específicas que atuam sobre o leite. Quando usada uma base vegetal, o processo é semelhante e origina um “queijo” livre de qualquer precedente animal. Portanto, temos a  possibilidade de substituir o principal componente dos queijos tradicionais, o leite.

Afinal, quais bases vegetais podem ser utilizadas? A resposta para a pergunta apresenta grande variedade e a escolha do tipo de base varia de acordo com os resultados finais esperados, como por exemplo o sabor e a textura. Dentre as bases mais populares, podemos citar as oleaginosas, alguns legumes e até mesmo o coco.

Soja, amêndoas, castanha de caju, macadâmia, nozes e sementes de abóbora são alguns exemplos de oleaginosas comumente utilizadas como base. De forma geral, seu preparo é feito a partir da trituração das oleaginosas após algumas horas imersas em água. Quanto aos legumes, podemos citar batatas e cenouras como os favoritos para produção do queijo vegano. Esses legumes originam um base vegetal de textura bastante cremosa. Assim como os queijos obtidos com base em legumes, os preparos obtidos a partir do coco, seja por meio de seu leite, óleo ou creme também têm textura cremosa. No entanto, o gosto remanescente de coco pode ser um ponto importante a ser considerado na hora de se escolher qual base vegetal utilizar.

Cabe aqui ressaltar que diversos ingredientes como temperos e farinhas são utilizados junto a base, influenciando significativamente aspectos como gosto, textura e consistência.

 

Outros Ingredientes Comuns

É possível observar que determinados ingredientes são encontrados com grande frequência em receitas de queijos de base não animal. Isso ocorre porque esses possuem funções bastantes específicas, tornando-os muitas vezes necessários. Dentre esses ingredientes comuns, podemos citar  suco de limão, levedura nutricional (nutritional yeast), polvilho, ágar-ágar e óleo de coco.

O suco de limão é, sem dúvidas, um dos ingredientes mais encontrados em diferentes queijos veganos. Isso acontece pois o limão apresenta duas grandes vantagens às receitas. A primeira vantagem está relacionada ao sabor. Visto que um dos grandes gargalos para aceitação de queijos veganos nas dietas está no paladar, o suco de limão é responsável por tornar nosso queijo mais apetitoso. Já a segunda vantagem está relacionada ao fato de o suco de limão poder ser considerado um conservante. Componentes químicos presentes no limão evitam a oxidação do queijo quando exposto ao ar. Dessa maneira, as características do alimento são mantidas por um maior intervalo de tempo.

A levedura nutricional, como sugere o nome, é comumente utilizada a fim de se aumentar o valor nutricional do alimento, no que diz respeito ao teor de proteínas, vitaminas e minerais. Realce de sabor, bem como ganho de consistência também são benefícios da adição de nutritional yeast.

A adição de polvilho, e outros amidos, é utilizado em diferentes receitas culinárias para tornar as preparações leves e macias. No preparo do queijo vegano, isso não é diferente. Além disso, o polvilho atua como espessante e ajuda a dar liga no preparo da base vegetal.

Por fim, temos o óleo de coco e o ágar-ágar. Ambos conferem ao alimento maior consistência. Ao passo que o óleo de coco permite que o alimento seja cortado em fatias como muitos queijos tradicionais, o ágar-ágar é conhecido por conferir aspecto gelatinoso à preparação.

 

Temperos e essências

A grande diferença entre o queijo comum e o vegano, para muitos, está no sabor. Tal distinção deve-se ao fato de o primeiro passar por diversas fases nas quais as proteínas se ligam de diferentes formas. Esse fenômeno explica a diversidade de queijos, como também explica a mudança de sabor desse alimento com o passar do tempo. Porém, essa variação não é observada em queijos vegetais,  logo não há a mesma complexidade de sabores.

Sendo assim, há uma preocupação em como fazer queijo vegano  ter o gosto similar ao do laticínio. Para isso, são utilizados temperos e essências. O tempero mais básico é o sal. Além dele, são frequentemente utilizados também azeite, limão e vários tipos de ervas para proporcionar mais sabor ao queijo. Outros exemplos de temperos são: cebola, açafrão, pimenta, mostarda seca, páprica picante, missô, cebolinha, alho, manjericão e salsinha. Caso tenha interesse em saber mais sobre temperos, temos aqui o artigo ideal para você. 

Ademais, a fim de aproximar o produto vegetal do comum, podem ser usadas essências que proporcionam sabor e odor característicos de queijo. Existem à venda essências dos mais diferentes tipos, como cheddar, parmesão, gorgonzola e provolone. Tal produto pode ser comprado pela internet, em lojas para produtos alimentícios, lojas especializadas em nutrição vegana,  ou ainda, em confeitarias.

Percebe-se então que, a depender dos ingredientes utilizados , é possível tornar o queijo vegano bastante similar ao comum. Portanto, tal variação do laticínio é uma boa opção alimentar para quem se encontra na transição da dieta onívora para a vegana, dada a baixa complexidade de produção e sabor similar. As receitas abaixo são exemplos de como isso pode ser feito, de modo a obter um queijo apetitoso.

 

Como fazer queijo vegano de mandioca

Ingredientes:

  • 3 xícaras de purê de mandioca;
  • 2 xícaras da água;
  • 1 e 1/2 xícara de óleo;
  • 3 xícaras de polvilho azedo;
  • 1 cebola média;
  • 4 dentes de alho;
  • sal a gosto;
  • orégano a gosto.

Instruções:

  1. Utilize o liquidificador para misturar todos os ingredientes, até obter uma consistência homogênea, com exceção do polvilho e do orégano.
  2. Em uma panela, adicione orégano à mistura e, com uma colher, continue mexendo a mistura por cerca de 8 minutos,  ao fogo médio até que o creme ferva.
  3. Depois de fervido, adicione, aos poucos,  o polvilho e misture por mais 3 minutos.
  4. Transfira a mistura para um recipiente, o qual dará forma ao queijo.
  5. Mantenha na geladeira por 4 horas, o que será suficiente para deixá-lo consistente.

Após pronto, conserve em geladeira e consuma em até 15 dias.

(Fonte: https://www.tudogostoso.com.br/receita/186405-queijo-vegano-de-mandioca.html)

 

Como fazer queijo vegano tipo frescal com castanhas

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de castanha de caju, já deixadas de molho por 8 horas;
  • 1 e 1/2 xícara de chá de água;
  • 1 colher de chá de sal do himalaia ou marinho;
  • 1 colher de sopa de gelatina ágar-ágar em pó (branca);
  • 1 limão espremido;
  • 1 e 1/2 colher de sopa de polvilho azedo;
  • ervas aromáticas (opcional).

Instruções:

  1. Adicione água e utilize o liquidificador para triturar as castanhas.
  2. Adicione sal, polvilho, gelatina ágar-ágar e  suco de limão e misture novamente.
  3. Em uma panela, continue mexendo, com uma colher, a fogo baixo.
  4. Desligue o fogo 2 minutos após obter uma massa consistente .
  5. Transfira a mistura para um recipiente previamente untado com azeite de oliva ou óleo vegetal.
  6. Mantenha na geladeira por 4 horas, o que será suficiente para deixá-lo consistente.

Após pronto, conserve em geladeira e consuma em até 10 dias.

(Fonte: https://www.tudogostoso.com.br/receita/186405-queijo-vegano-de-mandioca.html)

Conclusão

Tendo em vista o crescimento do mercado alimentício vegano, é interessante entender melhor a grande variedade e como fazer queijo vegano. Como visto neste artigo, os ingredientes necessários são de fácil acesso e o método de preparo tem complexidade baixa. Você pode perceber, então, que a produção do queijo vegano é uma ótima opção para aqueles que desejam simplesmente consumir ou para quem visa investir nessa tendência. Ficou interessado na produção alimentícia? Dê uma olhada neste artigo sobre a viabilidade de investimentos nesse ramo.

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: