Conheça Todas as Etapas de Como se Abrir um Negócio

FOto de computadores e papeis

Possuir o próprio negócio é uma vontade de cada vez mais brasileiros. Incrementar a renda ou possuir um maior controle sobre onde trabalha é um dos principais motivos para isso. Entretanto, o mercado é muito competitivo e deve-se tomar diversas ações antes de abrir um negócio e nos anos inicias. Deste modo, garante-se uma maior chance de sucesso para sua empresa. Quer saber como abrir um negócio lucrativo e como torná-lo eficiente e competitivo? Leia nosso texto e descubra!

Lançamento de um Novo Produto ou Serviço

O primeiro passo antes de se abrir um negócio, é definir o que será ofertado. Deste modo, conheça os principais passos para definir como abrir um negócio e se ele é viável ou não.

Análise de Risco e Oportunidades de Abrir um Negócio

A primeira avaliação a ser feita em relação ao produto e ao serviço é avaliar os riscos envolvidos e oportunidades. A análise pode ser realizada por diversos métodos, como a análise SWOT. O método consiste em uma análise de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Com isso, pode-se avaliar o contexto em que todo o lançamento pode vir a ocorrer.

Um exemplo de matriz SWOT pode ser encontrado abaixo. Nela, deve-se, em primeiro lugar, definir em quais pontos seu novo produto irá de destacar em relação a seus concorrentes; em fraquezas, os pontos em que seus concorrentes terão vantagens; as oportunidades são fatores externos que podem contribuir com o lançamento; as ameaças são fatores externos com o potencial de atrapalhar o sucesso de seu negócio. Com a construção dessa matriz, estrá em sua disposição as informações claras sobre riscos e oportunidades que envolvem seu novo negócio.

Análise da concorrência

Após a realização de uma análise SWOT,  já se tem conhecimento sobre suas vantagens e desvantagens em relação à concorrência. Entretanto, uma análise imprescindível é a da concorrência. Nesta etapa, deve-se se atentar a diversos aspectos do posicionamento no mercado de alguns outros negócios similares.

O primeiro passo é definir quais empresas que possuem modelos de negócio semelhantes e quais são as maiores referências no setor. Com isso, já se consegue tirar diversas informações básicas. Como o preço médio, suas vantagens e desvantagens em relação às concorrentes e o tamanho dessas empresas. Em seguida, é importante analisar as informações obtidas de maneira crítica, visando entender qual seria seu espaço e estratégia de se abrir um negócio. Para isso, é importante, também, considerar qual o público alvo de seus concorrentes e adaptar ao seu.

Por fim, deve-se realizar um estudo de preços. Deste modo, pode-se avaliar se seu produto é competitivo e em qual nicho de mercado ele se encontra. Nesta etapa, pode-se perceber que o preço está muito elevado e fazer com que os custos na produção sejam reduzidos.

Análise de custos e despesas de se Abrir um Negócio

Independente do tamanho e da maturidade da empresa, todas elas devem se atentar aos custos e despesas. No entanto, um do maiores erros é não saber lidar muito bem com a administração do dinheiro. Mas, uma maneira simples de garantir a saúde financeira é planejamento e conhecimento dos processos executados.

Para isso, é essencial saber a diferença entre custo e despesa, já que são conceitos que impactam de maneira distinta seu negócio. Custos são gastos diretamente relacionados a sua produção, enquanto as despesas são os demais gastos.

Tendo conhecimento destas definições, você deve elencar os custos e despesas essenciais, já que estes não podem ser evitados. Com o objetivo de ser mais assertivo, é importante a separação entre custos fixos e variáveis.  Nessa definição, deve-se se atentar a todo gasto realizado, como o aluguel do estabelecimento até o salário dos funcionários, visto que esses são gastos essenciais de todo negócio.

Como usar as informações levantadas?

Após a realização das etapas anteriormente citadas, já se é capaz de entender melhor sobre a viabilidade do negócio, uma vez que se elencou os custos, vantagens e desvantagens. Entretanto, essas informações são apenas o primeiro passo para se garantir que se abra um negócio de sucesso.

Saiba Como Montar uma fábrica de sucesso com pouco dinheiro

Agora que sabe a viabilidade e de como abrir um negócio, iniciar a produção pode ser um desafio. Mas, muitas vezes, a disponibilidade de dinheiro não é grande, o que pode limitar o investimento inicial. Com isso, saiba como abrir uma fábrica com pouco dinheiro.

Conheça seu processo em pequena escala

O primeiro passo é já ter bem definido qual é o negócio e sua viabilidade, já que isso implica em uma maior chance de sucesso. Em seguida, deve-se conhecer todo o processo produtivo. Isso significa que é necessário o conhecimento de todas as matérias-prima utilizadas, qual o maquinário é importante e se há a necessidade de mão de obra especializada. Deste modo, se consegue ter uma visão global de todo o processo.

Além disso, dados a respeito de possíveis lucros, público de interesse e o público-alvo são essenciais. Aproveite, também, para uma melhor análise de um plano de vendas e de marketing.

Opte por um maquinário simples 

A compra de maquinário gera impacto direto na produção, visto que são, muitas vezes, um gasto caro e de alto investimento. Por este motivo, o mais indicado é que seja definidas quais as etapas são as essenciais a serem otimizadas, fazendo com que o investimento seja efetivo. Além disso, optar por equipamentos de melhor custo-benefício é muito importante para montar uma fábrica de sucesso.

Faça orçamentos

O orçamento é importante para que se determine, a partir do dinheiro disponível, quanto é necessário para obter o lucro desejado. Além disso, todo o investimento envolvido na compra de matérias-prima e do maquinário tem relação direta com o preço e qualidade do produto final. Deste modo, garantir um orçamento otimizado contribui diretamente para o sucesso da fábrica montada.

Pesquise as principais normas para Abrir um Negócio

Ao todo, existem cerca de 36 Normas Regulamentadoras (NRs), obrigações trabalhistas que devem ser seguidas pelo empregador e empregado. Estas normas têm como objetivo a prevenção de acidentes, além de garantir a saúde e segurança dos funcionários.

Caso não sejam cumpridas, tanto a empresa quanto o trabalhador podem sofrer diversas punições. Deste modo, uma pesquisa de normas pode ser essencial para a prevenção de futuros prejuízos. Além disso, uma parte importante de se ter uma fábrica de sucesso é o respeito em relação aos funcionários e clientes e uma forma de assegurar isso é seguindo toda a regulamentação.

Os 8 maiores erros dos microempreendedores

Uma outra maneira de se garantir o sucesso do negócio, é se atentar aos principais erros cometidos. Os microempreendedores estão sujeitos a diversos erros, sobretudo nos anos inciais. Conheça os principais erros cometidos e como solucioná-los!

1. Escolha de uma área de atuação da qual você não gosta, nem conhece tão bem

Um dos maiores erros é que, no início, não se faz um estudo detalhado de como é o mercado em que se deseja atuar e quais são suas características.  Deste modo, é comum que empresários não se sintam a vontade com o modelo de negócio ou que não tenham conhecimento para fazê-lo ter sucesso.

2. Falta de análise do mercado de atuação

Outro ponto importante a ser analisado é qual a situação do mercado de atuação. Muitas vezes é necessário entender o contexto e se vale a pena investir em determinado setor. Caso não feita, pode-se perder dinheiro. Entretanto, uma análise mais aprofundada pode permitir entender qual a viabilidade do mercado no setor desejado.

3. Falta de planejamento

Além de uma falta de análise de mercado, uma falta de planejamento é algo comum entre os pequenos negócios. Por maior que seja o conhecimento, pular etapas e não planejar o negócio pode fazer com que diversas consequências graves apareça. No entanto, isso pode ser evitado ao se seguir os passos descritos no texto anteriormente.

4. Apego à ideia inicial 

Quando, ao realizar um estudo, uma ideia se mostra inviável ou quando um negócio dá errado, uma medida deve ser proposta rapidamente, já que isso pode garantir que o problema seja solucionado. Entretanto, é comum que muitos microempreendedores se apeguem a ideia e não queiram agir fora do planejado inicialmente. Mas é importante se atentar que, muitas vezes, surgem diversas situações que requerem mudanças e que a adaptação é essencial para o sucesso do negócio.

5. Deixar de delegar funções 

Outro grande erro é querer executar tudo por conta própria. Entretanto, o empresário acaba por prejudicar seu negócio, visto que quanto mais tarefas se executa, maior a probabilidade de perda de qualidade. Por conta disso, saber selecionar quais as tarefas podem ser delegadas é essencial, uma vez que permite que mais pessoas as executam, o que pode garantir qualidade. Porém, é importante se atentar a qualidade e organização ma execução.

6. Desperdício na linha produtiva

O processo produtivo é uma das partes essenciais de todo negócio, Por conta disso, deve ser o mais eficiente possível, já que tem impacto direto nos custos do negócio e no preço final do produto. Com isso, sua otimização e diminuição de desperdícios é de suma importância. Isso pode ser conseguido através de mudanças nas etapas, troca de maquinário e mudanças na embalagem.

7. Falta de foco no cliente

Algo que, com frequência, é esquecido por muitas empresas é a importância do cliente, visto que é ele quem mantem seu negócio viável. Assim, deve-se, a todo momento, garantir estratégias voltadas ao cliente e se atentar na experiência do mesmo quando compra um serviço ou produto.

8. Má escolha do investidor ao se Abrir um Negócio

Outra escolha que tem impacto direto é a dos investidores, uma vez que são eles quem podem viabilizar o início de seu negócio. Entretanto, muitas vezes não se atentam a quem são esses investidores, esquecendo e garantir um maior alinhamento entre todos os envolvidos. A implementação de contratos pode ajudar a evitar isso.

Ao longo do texto, foram apresentadas diversas maneiras de se abrir um novo negócio, como garantir seu sucesso, ainda que com pouco investimento. Além disso, apresentou-se os principais erros cometidos e como solucioná-los. Entretanto, é essencial a ajuda de uma empresa que possa realizar alguns estudos de maneira mais aprofundada. Uma consultoria especializada pode ser exatamente o que você precisa. Nós, da Mult, podemos ajudá-lo a estabelecer melhor todos os passos de seu negócio e assegurar o sucesso do mesmo. Entre em contato para uma reunião de diagnóstico grátis!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: