5 Coisas Que Você Não Pode Deixar De Fazer Na Sua Produção de Cosméticos

Cosméticos para se relacionar a produção de comséticos

O crescimento do mercado de cosméticos no Brasil tem fortalecido as marcas nacionais, sobretudo as artesanais. Segundo a Abrafarma, as 25 maiores varejistas do setor movimentaram R$ 4,7 bilhões entre janeiro e março de 2019. Devido a isso, o nicho de cosméticos artesanais se tornou um negócio atrativo e com potencial de ascensão. Tem interesse nesse empreendimento e quer evitar cometer grandes erros na sua produção de cosméticos? Confira as 5 dicas que preparamos para você:

1. Conhecer seu público alvo

O mercado de cosméticos abrange diferentes perfis de consumidores. Isto é, a estratégia é priorizar alguns segmentos oferecendo produtos direcionados. Algumas segmentações padrão são faixa etária, renda média e gênero. Portanto pode-se planejar o estoque e controlar preços em campanhas de venda. Nesse último caso, uma dica efetiva é determinar um calendário relacionado ao perfil dos consumidores. 

2. Se regularizar

No Brasil, todo cosmético, assim como sua fabricação, devem seguir as normas definidas pela ANVISA. Logo, vale ressaltar que são vistoriados rotulagem, embalagens, linha de produção, registros e equipamentos. Ou seja, a  adequação garantirá segurança e qualidade de acordo com os requisitos técnicos vigentes. Estes que são especificados pelas Boas Práticas de Fabricação na Resolução RDC 48-2013

3. Selecionar as matérias-primas para a Produção de Cosméticos

Atualmente, grande parte dos consumidores se recusa a utilizar produtos com composição sintética ou artificial. Com isso, os cosméticos naturais, orgânicos e veganos, com a origem dos componentes disponibilizada, apresentam destaque no setor. Além disso, conforme a organização União para BioComércio, a presença de selos éticos e ambientais nas embalagens reforça a preferência de 80% dos usuários. 

Conjunto de Maquiagens

4. Diversificar sua distribuição

Usualmente, pensa-se que a venda de cosméticos deve ser feita fisicamente, seja em shoppings, supermercados ou farmácias. Entretanto, a Webshoppers indica que a categoria é líder no volume de pedidos na internet, compondo 15% das compras mundiais. Com isso, investir no comércio eletrônico de cosméticos é um negócio em expansão, altamente lucrativo e muito acessível.

5. Divulgar sua marca de cosméticos

Uma divulgação especial e marcante é essencial para uma marca de cosméticos. Portanto são recomendados a criação de uma identidade visual, bem como sites, fanpages em redes sociais e até anúncios patrocinados. O marketing de conteúdo também é fortemente recomendado pois oferecer informações aliadas a propaganda dos produtos. Nesse caso, algumas sugestões de conteúdos são resenhas de produtos, dicas de uso e abertura de embalagens.

Agora que você já sabe as dicas para a produção de cosméticos, basta identificar as melhores opções para o seu negócio! Para fazer essas escolhas, no entanto, é adequado contar com o auxílio de uma consultoria. Na Mult Jr temos um pacote de serviços voltado especialmente para as necessidades de quem deseja aperfeiçoar a fabricação de cosméticos. Entre em contato com nossos consultores e invista no seu empreendimento!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: