Boas Práticas de Fabricação na Indústria de Cosméticos: Como implementar?

A Anvisa possui um compilado de regulamentações que ditam as Boas Práticas de Fabricação. Com elas é possível se ter uma orientação acerca da padronização de processos, da orientação de funcionários, dos procedimentos de verificação dos órgãos regulamentadores e até mesmo das maneiras de se evitar desperdícios na sua fábrica, garantindo a qualidade do processo.

O controle e a padronização dos processos industriais é essencial para se ter uma produção otimizada, dentro dos padrões regulamentares. Negligenciar esses fatores pode trazer perigos aos funcionários, clientes e donos de estabelecimentos irregulares,  na produção e comercialização de cosméticos. Porque lidam diretamente com a integridade física dos consumidores, e devem estar de acordo com as normas propostas pela Anvisa.

 

O que é qualidade?

Na indústria, é considerado  um produto de alta qualidade aquele que atende o seu propósito de maneira eficiente. Para o cliente, quando se tem uma boa relação custo/benefício. Para o produtor, um estabelecimento regulamentado, com processos padronizados e otimizados, que geram um retorno financeiro e clientes satisfeitos.

ilustração de check mark

 

O que são Boas Práticas de Fabricação (BPF)?

“Os produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes destinados à comercialização devem estar devidamente regularizados e fabricados por indústrias habilitadas, regularmente inspecionadas pela autoridade sanitária competente.” (Anvisa, 2013). As Boas Práticas de Fabricação são o que direcionam os estabelecimentos do ramo para a adequação de seu processo produtivo à regulamentação vigente. A correta implantação desses direcionamentos na cadeia produtiva favorece a criação de um ambiente apto a obter um produto de alta qualidade.

 

O que você ganha com isso?

Na prática, a aplicação dessas orientações em um processo produtivo pode evitar desperdício de recursos na sua empresa. Economizando energia, matéria prima, água e tempo você estará, automaticamente, poupando dinheiro e otimizando sua produção. Além disso, as BPF fornecem direcionamentos acerca do controle de qualidade dos produtos. Ainda, contêm orientações de como realizar um processo, em qual intervalo de tempo deve ser realizado, quais os resultados esperados, entre outros. Assim, aplicar as boas práticas significa assegurar a segurança dos trabalhadores envolvidos na produção, preocupação essencial na indústria.

ilustração de gráfico indicando crescimento

 

Quais os processos envolvidos nas BPF?

Entendidos os benefícios de se ter as BPF na sua empresa, é preciso saber como elas são transformadas em documentos que irão, de fato, concretizar todas essas vantagens e auxiliar os órgãos regulamentadores a verificar sua aplicação. O Manual de Boas Práticas de Fabricação reúne todos os passos necessários para aplicar as BPF no processo produtivo, em forma de Procedimentos Operacionais Padrão (POP) e Instruções de Trabalho (IT). Os POPs são responsáveis por padronizar os processos da indústria, de forma a minimizar os desvios e variações. As ITs, por sua vez, visam descrever exatamente o que deve ser feito nos processos padronizados. São usadas para garantir que a rotação de funcionários não altere os procedimentos adotados. Além disso, é desejável que afete pouco a qualidade final do produto oferecido.

 

É importante estar disponível para o consumidor

Uma prática importante das empresas, principalmente de cosméticos, é estar sempre aberto para receber críticas e comentários de seus clientes. Eles possuem uma experiência sensorial com seu produto e conseguem dar feedbacks assertivos sobre as funções e qualidade dele. Isso é importante para ajustar, sempre que necessário, os procedimentos adotados na produção e comercialização, além de garantir a adequação ao demandado.

Ilustração de call center worker

 

Benefícios e limitações

É importante ressaltar que as BPF devem ser elaboradas com cuidado e aplicadas diariamente na rotina da empresa. A elaboração de um MBPF só é efetiva se ele for realmente colocado em prática! Apenas assim, é possível assegurar que os resultados esperados sejam  alcançados e a produção esteja sempre de acordo com as regulamentações.

A aplicação das Boas Práticas de Fabricação é essencial para o sucesso da sua produção de cosméticos. Além disso, é bom poder contar com a ajuda de uma consultoria especializada para a elaboração de seu manual.

Deseja melhorar o processo produtivo na sua fábrica? Entre em contato conosco!

Deixe uma resposta!

%d blogueiros gostam disto: